A Câmara de Valongo avançou com uma candidatura para transformar o antigo cinema de Ermesinde na Oficina Municipal das Artes. O investimento previsto é de quase quatro milhões de euros (3,4 milhões mais IVA), sendo que o prazo de execução da obra é de 730 dias.

A ser aprovada, a obra será objecto de financiamento ao abrigo de um aviso para Operações Integradas em Comunidades Desfavorecidas na Área Metropolitana do Porto, e terá o apoio do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Este aviso tem como meta o “combate à pobreza e à exclusão das comunidades desfavorecidas das Áreas Metropolitanas”, através de acções de “capacitação das comunidades, desenvolvimento de abordagens novas e inovadoras para a coesão social e intervenções no espaço público, infra-estruturas sociais e desportivas e habitações”.

Esta Oficina Municipal das Artes vai dar resposta “às necessidades detectadas na comunidade”, lê-se na proposta aprovada pela Câmara Municipal.

“A proposta arquitectónica conjuga a conservação e requalificação da frente urbana do edifício existente, referência e memória do ‘cineteatro de Ermesinde’, com a introdução de um volume novo, de linguagem contemporânea, onde serão desenvolvidas as diferentes valências. Como a antiga entrada do cineteatro se fazia por uma escadaria na frente da Rua Gil Vicente, e face à impossibilidade de introduzir, de forma harmoniosa, sistema de acessibilidade a pessoas de mobilidade reduzida, é opção utilizar a área do logradouro lateral, envolvente ao edifício, onde se poderá executar um percurso pedonal acessível a todas as pessoas, para acesso ao interior deste novo equipamento cultural e também como uma nova entrada no Parque Urbano”, descreve o documento.

Recorde-se que, a Câmara de Valongo anunciou, em Março deste ano, a aquisição do edifício do antigo cinema de Ermesinde por 475 mil euros, tendo como objectivo transformá-lo em “pólo cultural”, um “equipamento inclusivo aberto às artes, designadamente performativas, plásticas e circenses”.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here