Foto: Pexels/cottonbro

Os salários dos trabalhadores por conta de outrem têm aumentado ao longo dos últimos anos. Em 2019, mostram os dados mais recentes da Pordata, a média salarial em Portugal era de 1.206 euros – de salientar que estamos a falar de médias, o salário mínimo actual está, como se sabe, abaixo deste valor.

São mais 172 euros que em 2009 (não são disponibilizados dados de 2007). Se recuarmos mais um pouco nota-se ainda mais o aumento. Entre 2002 e 2019 (17 anos), o ganho médio mensal subiu 389 anos no país.

Mas, como revelam os números, o salário médio nos concelhos de Lousada, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Valongo mantém-se muito abaixo da média nacional.

A diferença maior está em Lousada, onde o salário médio era de cerca de 861 euros, 345 euros abaixo do ganho médio nacional. Em Paços de Ferreira, onde o salário em 2019 rondava os 887 euros, os trabalhadores recebiam menos 319 euros que a média do país.

Paredes estava, nesse ano, 287 euros abaixo dos 1.206 euros do país. O salário médio no concelho era de cerca de 919 euros. Penafiel e Valongo têm os ganhos médios mensais de trabalhadores por conta de outrem mais elevados destes cinco municípios. Em 2019, a média salarial em Penafiel era de 975 euros, 231 euros abaixo da média nacional. Já em Valongo o salário era de quase 1.088 euros, menos 118 euros que a média do país.

À semelhança do que aconteceu no país também o nível salarial destes concelhos foi progredindo. Em relação a 2002 houve aumentos médios de 472 euros em Valongo, 392 euros em Paços de Ferreira, 371 euros em Paredes e Penafiel e 361 euros em Lousada.

Já se olharmos à diferença entre 2009 e 2019, os salários médios aumentaram 229 euros em Paços de Ferreira, 221 euros em Valongo, 185 euros em Lousada, 174 euros em Paredes e 173 euros em Penafiel.

A média salarial da Área Metropolitana do Porto em 2019 era de 1.208 euros (acima da média nacional), sendo que quer Valongo quer Paredes ficam abaixo desse valor. Já no Tâmega e Sousa a média do ganho mensal por conta de outrem rondava os 898 euros. Dos concelhos de Lousada, Paços de Ferreira e Penafiel, apenas Penafiel supera esse valor.

No âmbito dos 15 anos de existência o Verdadeiro Olhar dá-lhe a conhecer alguns indicadores sobre a evolução da região em vários domínios.

Infografia/Dados: Pordata

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here