Foi aprovado o projecto europeu “Grey4Green – Senior Volunteers for Nature Conservation”, da Associação BioLiving, “que visa a capacitação de seniores e de entidades ligadas à terceira idade para a implementação de programas de promoção do envelhecimento activo em contacto com a natureza”, informa a instituição.

Este projecto vai replicar o trabalho “Albergaria + Activa”, realizado pela Associação no concelho de Albergaria-a-Velha e que “tem demonstrado bons resultados de envolvimento dos mais velhos nas acções ambientais”, em quatro países europeus.

Trata-se de uma iniciativa co-financiada pelo programa Erasmus+, o instrumento financeiro da União Europeia para a educação e formação, que irá decorrer até 2024 e será implementado por um consórcio multidisciplinar que, para além da BioLiving, conta com outras organizações não governamentais como FO-Aarhus (Dinamarca) e a ALDA – Associação para a Democracia Local (França), o centro de investigação CARDET (Chipre), a Agência Nacional de Ambiente da Islândia e o Município de Lousada.

“Em cada país decorrerão formações e/ou intercâmbios de seniores e de pessoal ligado à terceira idade, para que possam implementar programas de valorização dos seniores, através do contacto com a natureza e da realização de acções que ajudam a biodiversidade e o clima. Os parceiros desenvolverão ainda relatórios de boas práticas, uma plataforma de co-aprendizagem, manuais de segurança e administração de projectos de voluntariado sénior, vídeos instrutivos e um documento político”, diz nota.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here