Guilherme Ribeiro, da Paredes-Fortunna, vai correr em Espanha pela seleção nacional. Para além deste ciclista, foram convocados Francisco Cardoso (CC Barcelos/AFF/Flynx/HM Motor/Segmento d’Época), Francisco Massa e Guilherme Santos (LA Alumínios/Vila Galé/Matos Cheirinhos) e Simão Pedrosa (Tensai/Sambiental/Santa Marta).

A Seleção Nacional corre em Espanha, em duas frentes, entre sexta-feira e domingo. Os cadetes masculinos participam na Volta a Guijuelo, prova de três dias. No sábado, a Seleção Nacional corre na etapa da Taça de Espanha Feminina Cofidis, marcada para León.

Os primeiros a entrar em prova são os mais jovens, onde se inclui Guilherme Ribeiro, natural de Sobrado. Válter Sousa, selecionador nacional de cadetes, escolheu cinco ciclistas para disputarem a Volta a Guijuelo, localidade que recebe partidas e chegadas das três etapas.

A prova será disputada em sistema de challenge, o que significa que um corredor que não termine num dos dias, pode alinhar na etapa seguinte, embora deixe de contar para a classificação geral, explica a Federação Portuguesa de Ciclismo.

Tudo começa com um contrarrelógio por equipas de 8,2 quilómetros, ao final da tarde de sexta-feira. Segue-se uma etapa de 56 quilómetros, com partida às 17h00 de sábado. No domingo disputam-se os derradeiros 60,2 quilómetros, a partir das 10h00.

Já a Seleção Nacional Feminina vai correr na tarde de sábado no GP Ayuntamiento de León, pontuável para a Taça de Espanha Cofidis. O selecionador nacional de ciclismo feminino, José Luis Algarra, convocou a sub-23 Mariana Líbano (Academia Efapel de Ciclismo), as juniores Bruna Gonçalves (Cantanhede Cycling/VESAM), Daniela Simão (Academia Efapel de Ciclismo), Maria Marques e Raquel Dias (Tavira/Extremosul/SC Farense) e Rita Tanganho (CDASJ/Cyclin’Team/Município de Albufeira), além da cadete Marta Esteves (Tensai/Sambiental/Santa Marta).

As juniores são as primeiras a correr, com o tiro de partida para os 58 quilómetros marcados para as 14h10 de sábado. Às 16h10 iniciam-se os 38 quilómetros da corrida de cadetes. As corredoras de elite e sub-23 vão enfrentar 78 quilómetros, a partir das 17h30.

Tanto os cadetes como as femininas, têm objetivos, essencialmente, de desenvolvimento. “A competição servirá para aferir o nosso grau de capacidades e competências relativamente ao ciclismo que se faz em Espanha, uma potência do ciclismo europeu, tendo em vista ao desenvolvimento do trabalho iniciado este ano. Quanto mais cedo proporcionarmos aos atletas de formação estas experiências, maior será o seu grau de motivação, a capacitação e, posteriormente, o aumento de atletas a terem sucesso em categorias superiores, elevando assim a qualidade do ciclismo nacional”, considera Válter Sousa, citado em nota de imprensa.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here