Imagem: Google Maps

A Câmara de Paredes reconheceu, ontem, em reunião de executivo, o interesse público municipal de uma obra para construção de uma unidade de cuidados continuados em Sobrosa, com capacidade para 60 utentes.

De acordo com a proposta, “a Obra de Assistência Social da Freguesia de Sobrosa, Fundação de Solidariedade Social, pretende construir, numa das suas propriedades, uma Unidade de Cuidados Continuados, o equipamento configura-se como uma resposta da instituição à forte procura deste tipo de equipamentos e a sua escassez no concelho e na região”.

Este equipamento ficará localizado “nas imediações de outros equipamentos da instituição, junto à Creche, ao Lar Residencial e ao Centro de Convívio e nas imediações da Rua Padre António Moreira de Meireles e da Junta de Freguesia de Sobrosa, isto é, no núcleo central da freguesia de Sobrosa”.

A mesma fonte refere que o projecto prevê a construção de um edifício com três pisos. Dois dos pisos serão afectos à zona residencial e o outro afecto a espaços complementares, como ginásio, salas de tratamentos e outros.

“Trata-se de um equipamento de utilidade vital para o concelho, e para a própria região, dada a escassez dos mesmos. A possibilidade de criação de uma unidade para 60 utentes viria colmatar uma lacuna e apetrechar a região norte do concelho de Paredes com um equipamento extremamente útil e necessário”, defende a Obra de Assistência Social da Freguesia de Sobrosa no pedido feito. “O terreno disponível para o efeito encontra-se, actualmente, localizado na sua totalidade em Reserva Agrícola Nacional” e “teremos de solicitar a desafectação integral”, explica a instituição.

O tema segue agora para aprovação da Assembleia Municipal de Paredes.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here