Foto: DR

O Agrupamento de Escutas n.º 519 de Paredes comemorou 45 anos de existência no passado fim-de-semana, com uma vigília de reflexão e uma homenagem a António Coelho Barbosa (Tó Enes), com a colocação de uma fotografia no Museu do Agrupamento, como o 1.º Presidente da Comissão Permanente de Pais (1979/1986). Foram ainda investidas como dirigentes, sob a presidência do padre da Paróquia de Castelões de Cepeda, do Secretário Regional de Apoio Local da Região do Porto e da Chefe do Núcleo Este, as candidatas Irene Parente Ribeiro e Fátima Fonseca, diz nota de imprensa do fundador do Agrupamento, Chefe Gastão Moreira, e da Chefe do Agrupamento, Helena Silveira.

Na tarde de sábado, o Salão Paroquial foi palco da apresentação da história dos 45 anos do Agrupamento de Escutas n.º 519 (1977/2022). “Foi um convívio em festa, que fez renascer o Agrupamento n.º 519, com nova equipa de dirigentes, pais activos, familiares, amigos, convidados, e com uma representação dos Antigos Escuteiros, em festa de unidade”, garantem.

Num longo discurso, Gastão Moreira falou dos “momentos mais significativos” da história do Agrupamento de escuteiros católicos que ajudou a fundar.

“Nunca o Agrupamento deixou de apoiar todos os seus jovens, que foram muitas centenas, com alegria, entusiasmo, prática de bom escutismo, desenvolvimento cultural, social e recreativo, sem esquecer a parte espiritual que é fundamental no nosso Movimento”, realçou. “Em termos de actividades pedagógicas, tentamos fazer tudo o que estava ao nosso alcance, em cada momento, com os recursos disponíveis, e, mesmo assim, procurando ir mais além. Foram actividades desde o acampamento de Secção e do Agrupamento, até aos Encontros e acampamentos com Agrupamentos convidados de várias Regiões do país, e aos Acampamentos Nacionais; espectáculos de variedades, Festivais Nacionais da Canção Escutista (na Escola Secundária de Paredes), teatro, ralis paper, circuitos todo terreno em bicicleta, raides pedestres, corridas com carros de madeira, nas rampas do S. Simão, na feira de Paredes e na Praça da Corujeira, descidas do rio Douro em jangadas, do qual somos pioneiros, e agraciados com a Medalha do Concelho de Paredes, descida ao Fojo das Pombas na Serra de Valongo; actividades de educação e protecção ambiental, como limpezas de rios e lagos; cursos de pioneirismo, ambiente, orientação, topografia e campismo, acções de vigilância florestal, jogos tradicionais, locais, regionais e nacionais, etc. Por exemplo, organizamos em Paredes a primeira actividade do tipo Jogos Nacionais de Protecção Civil, os Jogos da Amizade, com escuteiros de três associações escutistas nacionais, actividade que depois deu origem a um dos mais importantes Encontros anuais de escuteiros na região Norte, na Régua e durante vários anos seguidos”, recordou o fundador, falando ainda de várias visitas culturais realizadas e da formação interna do agrupamento.

Actual direcção

“Na comunidade local, respondemos sempre de forma pronta, dando colaboração a várias entidades e iniciativas, quer de associações locais, quer da autarquia, quer da paróquia. O modelo pedagógico escutista para a promoção do desenvolvimento pessoal determina isto mesmo, estar com os outros, ser parte viva e activa da sua comunidade”, frisou Gastão Moreira.

Não deixou também de elencar as sedes por onde passaram, até conseguirem a sede actual, cujas verbas foram angariadas com muitas actividades e apoios. Agradeceu ainda aos muitos dirigentes, alguns já falecidos.

“Neste dia em que comemoramos os 45 anos de existência do Agrupamento de Escutas n.º 519 e em que temos o gosto de festejar a investidura de duas dirigentes, é importante que haja um lembrar da nossa história. Não se trata de revivalismo ou de mera nostalgia de outros tempos. O que está em causa é a consciência da nossa identidade, é o exemplo e a segurança sobre a nossa capacidade de planear e de realizar, para, então, unidos, mesmo nas nossas diferenças e nos nossos dons pessoais, termos a motivação e a força de avançar sem medos, de sonhar e de assumir desafios, de crescer, de fazer mais e melhor pelos jovens, enfim, de criar o futuro do nosso Agrupamento”, apontou o Chefe Gastão.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here