Entre 2 e 4 de Junho, realiza-se mais uma edição do Mercado Histórico de Lousada, que promete fazer o centro da vila regressar ao passado.

“Nesta feira tardo-seiscentista irá reviver-se a época pós-Restauração no contexto de uma povoação rural mas muito marcada pelo movimento mercantil. A povoação do Torrão, que dará origem à vila de Lousada, inseria-se num dos principais itinerários da Idade Moderna, a estrada que ligava a cidade do Porto à região de Basto e a Trás-os-Montes. Era o trajecto preferencial de mercadores, almocreves, tropas, correios e outros viajantes”, recorda a Câmara Municipal.

Na Rua do Torrão ergueram-se, por isso, estalagens, tabernas e outras instalações direccionadas ao apoio dos viajantes e aos seus veículos e animais de carga – ferradores, carpinteiros, ferreiros, alquilarias.

Nessa altura foram criadas dezenas de feiras e mercados – entre os finais do século XVII e a primeira metade do século seguinte -, sendo que, na povoação do Torrão, a feira quinzenal tinha as suas datas fixadas “e era uma das mais concorridas da região”.

É esse ambiente que se pretende recriar. A Avenida do Senhor dos Aflitos costuma ser invadida por artesãos que recriam actividades históricas, assim como por médicos da peste, vassoureiros e outros quadros cénicos da vida de um pequeno burgo seiscentista, experiências lúdico-pedagógicas, como carrosséis e divertimentos artesanais, jogos infantis antigos, tiro com arco, falcoaria e uma oficina de olaria tradicional, espectáculos e música, incluindo espectáculos de fogo. Nas ruas haverá malabaristas, cuspidores de fogo, artífices e muitos mercadores, contando ainda com a presença das históricas tabernas.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here