“Promover a literacia emocional na escola” e “potenciar nas crianças e jovens competências de auto-conhecimento, auto-rregulação, comunicação e empatia” são alguns dos objectivos do programa “Calmamente – Aprendendo e Aprender-se”, apresentado no município de Valongo.

Este é um pojecto de educação socio emocional, estruturado em sessões e desenvolvido para aplicação em contexto escolar.É da autoria de Andreia Espain, directora da Associação Mente de Principiante e é para ser aplicado em contexto escolar e curricular nacional.

Esta iniciativa arrancou em Valongo no último ano lectivo e envolveu turmas dos 4.º anos, do Agrupamento de Escolas S. Lourenço, em Ermesinde. Este ano, a sua intervenção foi “alargada” e chega a mais cinco turmas, com alunos do 5.º ano, nos Agrupamentos de Escolas de Campo, num total de 12 turmas.

Para o município, esta aposta decorre de “um dos objetivos estratégicos do Plano 21|23 Escola+, no sentido de investir no bem-estar social e emocional das crianças” e que resulta num “sucesso escolar”.

 Esta é uma “ferramenta essencial, porque é cada vez mais fundamental dirigir intervenções educativas com o objectivo de promover a saúde mental e a felicidade, principalmente nos períodos da infância e da adolescência”, conclui a edilidade.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here