A freguesia de Gandra, em Paredes, vai ter um centro digital que visa ensinar os adultos a navegarem na internet.

Denominado de ‘Gandra+Digital’ faz parte do programa nacional ‘EUSOUDIGITAL’ e trabalha com uma rede nacional de voluntários que têm a missão de criar “1500 centros em todo o país”.

O protocolo foi assinado no passado dia 10 de Janeiro e, segundo Samuel Moreira, coordenador do projecto em Gandra, pode ser frequentado por pessoas a partir do 45 anos e surgiu, a nível local, pela “necessidade e oportunidade” de conceder à população local uma ferramenta que permita “perceber e aprender o que é que pode ser aproveitado na internet”.

Este centro será dinamizado em colaboração pela Junta de Freguesia local, o Grupo de Jovens da Paróquia de Gandra e a Associação Cultural e Recreativa (A.C.R.) Vilarinho de Cima.

As inscrições para frequentar as aulas já estão abertas e as aulas vão funcionar às segundas-feiras, das 20h30 as 22h30, e, em princípio, ao sábado, entre as 9h00 e as 11h00, mas os horários ainda podem sofrer alterações, o que vai depender do número de inscritos.

O centro ‘Gandra+Digital’ pode ser frequentado, não só pela população de Gandra, mas de todas as freguesias do município. O importante é “tornar acessível a toda a população as funcionalidades mais básicas da internet”, de forma a que consigam abrir as portas do mundo, transformando as novas tecnologias numa ferramenta fácil de usar. Razão pela qual, as aulas serão essencialmente “práticas”, onde vai predominar “uma linguagem simples e eficaz para fazer crescer o gosto” por esta área, garantiu Samuel Moreira.

O centro vai ficar localizado nas instalações da A.C.R. Vilarinho de Cima e quem quiser obter mais informações pode fazê-lo através do mail gandramaisdigital@nullgmail.com. Em breve também será criada uma página de Facebook, onde serão divulgadas as novidades do projecto.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here