Vários alunos e escolas receberam, quarta-feira, os prémios atribuídos pela ‘Lousada Ambiente’ e que têm como objectivo incentivar a cultura científica e a participação das crianças e jovens nas questões da sustentabilidade.

Os distinguidos foram anunciados no Dia Internacional do Estudante e receberam prémios que foram dos 250 aos 1250 euros.

Na área de projectos individuais, do terceiro ciclo, o vencedor foi João Pedro Ferreira Oliveira, da Escola Básica de Lousada Centro, com o “Hotel de Insetos”. Beatriz Azevedo Carneiro, que frequenta o ensino superior, recebeu uma menção honrosa pelo projecto “Compostagem Comunitária”.

Na área de grupo, o primeiro lugar do pódio coube aos terceiro e quarto anos de Casais, da EB Santo António. O “Rio Mezio – uso sustentável da água” coordenado pelo docente Paulo Jorge Fernandes Pires.

O distinguido do primeiro ciclo foi o grupo “Os Figuecharcos” com “O nosso Charco”. Estes alunos pertencem à E.B.1 Igreja e contaram com a professora Felismina Vieira. O primeiro ciclo arrecadou três menções honrosas, sendo uma delas para o “Patinhas Solidárias”, da E.B. de Nespereira, coordenado por Maria Manuela Coelho da Rocha. Em causa estava o “Reciclar com Amor”. O grupo “3º A_NOITE”, da E.B. de Sousela, sob a chancela de António Luís Marinheira, também subiu ao palco com o “De noite também há vida!”. A última menção honrosa foi recebida pelo grupo “Os Pirilampos”, do Centro Escolar de Lustosa. Cecília Oliveira orientou este projeto designado “Queremos saber, queremos cuidar”.

O segundo ciclo teve como premiados a turma 5, do Externato Senhora do Carmo. “Bichos, bicharocos e bicharilhos da minha terra”, com a orientação de Carla Pinto Cerqueira Pereira, e ainda “Os Tyto alba”, Básica de Lousada Centro. Maria do Céu dos Santos Belarmino dirigiu o “Preservar a Biodiversidade através da identificação de micromamíferos da nossa região”.

Já a menção honrosa foi conquistada pela turma coordenada pela professora Margarida Maria Braga Costa, da Escola Básica e Secundária Dr. Mário Fonseca, que submeteu “Escola mais verde e sustentável”.

O júri foi constituído por representantes da Câmara Municipal de Lousada, de uma instituição de ensino superior e de uma Organização Não Governamental.

De salientar que, desde 2016, a edilidade tem vindo a assumir compromissos ambientais que levem à redução da pegada ecológica e que promovam o uso eficiente de recursos.

O PlantarLousada, o BioLousada, o LousadaCharcos, o Bioescola, o Lixo Sustentável, os Gigantes Verdes, o BioFest ou as ações do projeto europeu IMPRINT+ são alguns dos projectos promovidos pela autarquia em prol do desenvolvimento ambiental no concelho.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here