Sáb 30 Ago 14 | .a Edição | Director: |     
   
Assinatura Ficha Técnica Classificados Informações Úteis Contactos
  por: Roberto Bessa Moreira  
Equipamento acolherá efluentes da zona Norte de Paredes
Simdouro viabiliza construção da ETAR em Paço de Sousa
Depois de meses de impasse, a Simdouro, empresa que ficará responsável pelo sistema de saneamento do Grande Porto, deu um passo decisivo. Ontem, quinta-feira, foi assinado o contrato de concessão numa cerimónia que trouxe até Vila Nova de Gaia a ministra do Ambiente, Dulce Pássaro.

Com o arranque da Simdouro está garantida a construção de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) em Paço de Sousa, Penafiel, estrutura que também acolherá os efluentes vindos da parte Norte de Paredes.

O presidente da Junta de Freguesia penafidelense ainda espera a confirmação oficial, mas desde já vê "com bons olhos" a instalação do equipamento na sua terra.

Paço de Sousa vê "com bons olhos" construção da ETAR

À Simdouro aderiram os concelhos de Arouca, Baião, Castelo de Paiva, Cinfães, Vila Nova de Gaia e ainda Paredes e Penafiel.

O contrato de concessão assinado ontem prevê um investimento de 62 milhões de euros na construção de 21 ETAR's, 130 quilómetros de interceptores. Serão construídas também 12 estações elevatórias, que deverão entrar em funcionamento até 2014.

A adesão de Paredes e Penafiel à Simdouro permitirá a construção de uma ETAR em Paço de Sousa, num investimento de quase 18 milhões de euros e que levará ao encerramento da ETAR actualmente instalada no centro da cidade paredense.

Será este equipamento que acolherá os efluentes das freguesias a Norte do concelho. Já os do Sul serão canalizados para uma mini-ETAR a construir em Aguiar de Sousa.

Contactado pelo VERDADEIRO OLHAR, o presidente da Junta de Freguesia de Paço de Sousa revelou que ainda não foi informado oficialmente sobre a construção da ETAR na sua terra. "Houve alguns contactos, mas estavamos à espera que a ministra autorizasse o investimento", afirmou Manuel Ferreira.

Mesmo assim, o autarca vê "com bons olhos" a construção da ETAR em Paço de Sousa, até porque, diz, a zona onde a infra-estrutura será "qualificada". "Ao ser construída a ETAR a freguesia de Paço de Sousa irá ter contrapartidas", garantiu.

 
 
 
 
© 2014 Verdadeiro Olhar, Publicações Periódicas, Lda